DÓLAR HOJE:
Euro Hoje
25 de maio de 2024
Search
Close this search box.

‘Responsabilizar o comércio pelo aumento de casos é injusto’, afirma Aliança Comercial sobre fechar setor em AL

Compartilhe este artigo

Aliança Comercial diz que Maceió foi a cidade que teve o comércio fechado por mais tempo, comparando com as capitais do Nordeste (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)

Após Renan Filho afirmar que pode decretar o fechamento do comércio de Alagoas, caso o número de internações por Covid-19 aumente nos hospitais do estado, a Aliança Comercial de Maceió divulgou uma nota contra o pronunciamento do governador.

“Responsabilizar o comércio, um dos maiores geradores de impostos, emprego e renda para o município e o estado pelo aumento de casos da covid-19 é injusto, uma vez que estamos adotando todas as medidas e protocolos de segurança sanitária e proteção”, diz um trecho da nota (confira a nota ao final do texto).

A Aliança Comercial disse ainda que os lojistas do centro da capital respeitaram e seguiram todas as decisões e decretos do governo estadual e ressaltou que Maceió foi a cidade que teve o comércio fechado por mais tempo, comparando com as capitais do Nordeste.

A posição do governador foi dada, na última quarta-feira (24), durante uma coletiva de imprensa na cerimônia de assinatura da ordem de serviço para construção da Base Descentralizada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros, que vai ficar sob o viaduto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Maceió.

NOTA DA ALIANÇA COMERCIAL DE MACEIÓ:

Diante do aumento no número de casos de Covid-19 no estado e da fala do Governador de Alagoas sobre um possível fechamento do comércio para combater a disseminação do vírus, a Aliança Comercial de Maceió vem a público manifestar-se que:

Coloca-se a disposição para participar das reuniões que pretendem definir os próximos desdobramentos que possam impactar o setor produtivo;

Responsabilizar o comércio, um dos maiores geradores de impostos, emprego e renda para o município e o estado pelo aumento de casos da covid-19 é injusto, uma vez que estamos adotando todas as medidas e protocolos de segurança sanitária e proteção.


Lembramos que entre as capitais, Maceió foi a que passou mais tempo com o comércio do Centro fechado em todo o Nordeste do país, “cortando na carne”, demos uma grande parcela de contribuição às ações de combate à pandemia pelo estado.


Os lojistas do Centro de Maceió respeitaram e seguiram todas as decisões e decretos do Governo de Alagoas, mantivemos o recolhimento de todos os tributos, mesmo durante o período de paralisação de nossas atividades, garantimos os empregos e honramos os compromissos com nossos fornecedores.


Somos parceiros dos órgãos constituídos e ratificamos nossa disponibilidade em construirmos juntos um cenário, o menos traumático possível, visando a superação da pandemia em Alagoas com ações e fiscalização comprovadamente eficientes!

Compartilhe este artigo

Deixe seu comentário

Para comentar na página você deve estar logado em seu perfil do Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral poderão ser denunciados, acarretando até mesmo na perda da conta. Leia os termos de uso e participe com responsabilidade.

Comercial

Redação

© COPYRIGHT 2023 – GOCOM GRUPO ONLINE DE COMUNICAÇÃO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.