DÓLAR HOJE:
Euro Hoje
22 de julho de 2024
Search
Close this search box.

MDB/AL anuncia que vai retirar ações judiciais contra a candidatura de Luciano Barbosa em Arapiraca

Compartilhe este artigo

Luciano Barbosa durante a campanha pela prefeitura de Arapiraca nas eleições de 2020. (Foto: Daniel Tavares/Imprensa Online).

O Diretório Estadual do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) anunciou, na noite desta quarta-feira (9), que vai retirar as iniciativas jurídicas contra a candidatura de Luciano Barbosa (sem partido) em Arapiraca.

O senador por Alagoas e presidente estadual do partido, Renan Calheiros (MDB), divulgou uma nota pública em suas redes sociais. No documento, a legenda afirma que “a conciliação e a tolerância política são instrumentos imprescindíveis na busca da mais ampla convivência democrática”.

O texto segue dizendo que o partido atendeu a um pedido feito por meio de uma carta enviada pelo próprio Luciano Barbosa. Coloca ainda que “o diretório estadual acredita que o entendimento político suplanta a necessidade de disputas judiciais”.

Na publicação, Renan disse que “as disputas judiciais inúteis desgastam a todos. Portanto, atendendo pedido do vice-governador Luciano Barbosa, o MDB decidiu encerrar as iniciativas que havia tomado sobre as eleições de Arapiraca. Faz isso em respeito aos votos, a tolerância e ao alargamento da convivência democrática”, pontuou o senador.

Luciano Barbosa foi eleito em Arapiraca nas últimas eleições municipais com 59.249 votos, o que representou 54,56% do total.

Disputa judicial

A candidatura de Luciano Barbosa à prefeitura de Arapiraca pelo MDB nas eleições de 2020 foi alvo de uma disputa entre os diretórios municipal e estadual da legenda.

A executiva estadual do partido rejeitou o nome do vice-governador como candidato, contrariando a decisão da liderança municipal que, por unanimidade, escolheu Luciano. Após as divergências internas, Barbosa foi expulso da legenda e o MDB entrou na justiça com um pedido para anular o registro da candidatura de Luciano em Arapiraca.

O MDB de Alagoas também chegou a solicitar à justiça que o nome de Barbosa fosse retirado das urnas, mas o pleno do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve os dados de Luciano nos equipamentos.

Senador Renan Calheiros (MDB), que também é presidente estadual da legenda, anunciou em suas redes sociais a decisão. (Imagem: Reprodução).

Compartilhe este artigo

Deixe seu comentário

Para comentar na página você deve estar logado em seu perfil do Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral poderão ser denunciados, acarretando até mesmo na perda da conta. Leia os termos de uso e participe com responsabilidade.

Comercial

Redação

© COPYRIGHT 2023 – GOCOM GRUPO ONLINE DE COMUNICAÇÃO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.