DÓLAR HOJE:
Euro Hoje
24 de abril de 2024
Search
Close this search box.

Investigação aponta que mortos em confronto com a polícia, em Maceió, estavam ligados a sequestro de mulher em PE

Compartilhe este artigo

Material apreendido durante operação de resgate da vítima em Arapiraca (Foto: Divulgação/SSP-AL)

Os três suspeitos mortos após um confronto com a polícia, no Trapiche da Barra, em Maceió, tinham ligação com o sequestro de uma mulher que foi resgatada de um cativeiro na última segunda-feira (11), na cidade de Arapiraca, Agreste de Alagoas, no mesmo dia em que ocorreu a troca de tiros.

As explicações sobre o caso foram dadas nesta quarta-feira (13) pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-AL).

De acordo com a SSP, a vítima foi sequestrada na cidade de Ibimirim, em Pernambuco, por causa de uma dívida de drogas do marido no valor de R$ 15 mil. Ela foi encontrada pela polícia em um cativeiro no município de Arapiraca com sinais de tortura.

Dois homens e uma mulher, que não tiveram os nomes divulgados, foram presos na operação de resgate da vítima.

O delegado titular da delegacia de Ibimirim, Alexandre Barros, contou que sua equipe recebeu relatos sobre o sequestro da mulher e que os criminosos exigiram o pagamento de resgate para libertar a vítima.

“Recebemos vídeos e fotos dessa vítima sendo torturada e iniciamos as investigações. Nossa equipe de Inteligência constatou que os criminosos tinham vindo fazer um cativeiro em Alagoas, na cidade de Arapiraca, e então realizamos contato com a Polícia Civil do estado para conseguir chegar os autores e libertar a vítima com vida”, relatou.

Foram aprendidos quatro armas, munições, cerca de meio quilo de maconha, cartões de crédito, dinheiro, documentos de identidade e dois veículos no local do crime.

A SSP disse ainda que, durante as investigações, equipes da Divisão Especial de Investigações e Capturas (DEIC) conseguiram localizar parte do grupo, que estava em uma pousada no bairro do Trapiche da Barra, em Maceió, e foram recebidos a tiros.

No confronto, os suspeitos Maria Daniela da Conceição de Oliveira, 23, Grisiane de Moraes Santos, 31, e Sebastião de Abreu Farias, 46, foram atingidos e socorridos até o Hospital Geral do Estado (HGE) por guarnições do BPRP e do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), mas não resistiram aos ferimentos.

Um policial civil da DEIC também foi ferido, mas, segundo a SSP, ele está fora de perigo.

“Não temos certeza ao certo se esse grupo tinha a intenção de trazer esta vítima para Maceió caso as negociações persistissem. Mas descobrimos que alguns integrantes do grupo são familiares e pertenciam a uma mesma organização criminosa que acabou se dividindo. Por isso, esta mulher acabou sendo sequestrada, na tentativa de que o marido pagasse a dívida oriunda do tráfico de drogas”, explicou o delegado Gustavo Henrique, titular da delegacia de Penedo.

Os suspeitos presos vão responder por extorsão mediante sequestro, tortura, porte ilegal de arma de fogo, resistência, tráfico de drogas e associação criminosa. Eles foram autuados na Delegacia Regional de Arapiraca e estão à disposição da Justiça.

A operação contou com os delegados Gustavo Xavier, titular da Delegacia de Penedo, do delegado Felipe Caldas, da delegacia de Arapiraca, do delegado Guilherme Iusten, da Delegacia Regional de Arapiraca, do delegado Gustavo Henrique, diretor da Divisão Especial de Investigações e Capturas (DEIC), além dos militares do 3º Batalhão de Polícia Militar (3ºBPM) e do Grupamento Aéreo da SSP.

Compartilhe este artigo

Deixe seu comentário

Para comentar na página você deve estar logado em seu perfil do Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral poderão ser denunciados, acarretando até mesmo na perda da conta. Leia os termos de uso e participe com responsabilidade.

Comercial

Redação

© COPYRIGHT 2023 – GOCOM GRUPO ONLINE DE COMUNICAÇÃO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.