DÓLAR HOJE:
Euro Hoje
12 de abril de 2024
Search
Close this search box.

Consumidor compra celular em site oficial de fabricante e recebe bobinas

Compartilhe este artigo

Consumidor recebeu duas bobinas ao invés do smartphone. (Foto: Josué Seixas).

O jornalista Josué Seixas se surpreendeu na noite da última terça-feira (24) ao abrir uma encomenda que havia comprado no site oficial da fabricante de produtos eletrônicos Samsung. No lugar de um smartphone, ele recebeu duas bobinas. Indignado com toda a situação, o consumidor publicou o caso em suas redes sociais.

Ao Imprensa Online, Josué relatou que comprou no site oficial da fabricante sul coreana um modelo do aparelho Note 20 Ultra por meio de um plano com sua operadora e recebeu um vaucher de R$ 1.000,00 para utilizar na plataforma “Samsung Para Você”. A partir daí, ele comprou um Galaxy A51 por cerca de R$ 1.600,00 e pagou a diferença do valor em um cartão de crédito.

A compra foi confirmada por e-mail, porém, o smartphone não chegou até o consumidor. “Quando eu abri o pacote já percebi que tinha algo errado, pois veio uma caixa do modelo J7, que já é uma linha descontinuada. Quando peguei a caixa na minha mão ela já foi se desfazendo de tão velha que é e dentro só vieram duas 2 bobinas”, relatou Josué.

Após a indesejada surpresa, o consumidor entrou em contato com a loja e enviou algumas fotos de como recebeu a encomenda. O atendimento da plataforma pediu para ele aguardar 10 dias úteis por uma resposta em seu e-mail, o que o deixou ainda mais indignado.

“Isso é super chato, é um estresse a mais que a pessoa tem sem necessidade. A Samsung não respondeu em nenhuma rede social, só no chat do site, e agora o que resta é aguardar uma resposta por e-mail para ver o desenrolar dessa historia”, conta o jornalista.

O consumidor recebeu um novo aparelho da fabricante Samsung em sua residência sete dias após o ocorrido.

Recomendações do Procon

O Procon Alagoas diz que em casos como esse, é essencial que o consumidor tenha adotado todas as precauções na hora da compra, guardando todos os comprovantes e a nota fiscal, pois isso facilita na apuração do ocorrido e na punição da empresa envolvida.

“Recomenda-se em primeiro lugar que o consumidor busque a solução diretamente junto à empresa. Se não conseguir resolver, o ele pode procurar o Procon para uma nova tentativa de acordo. Neste caso, a empresa será notificada para solucionar o problema do consumidor, sob pena de punição administrativa nos termos do Código de Defesa do Consumidor. Caso a empresa insista em persistir no erro, o consumidor será encaminhado ao Judiciário para a devida responsabilização e condenação judicial do fornecedor”, explica o assessor de governança e transparência do Procon Alagoas, Guilherme Barbosa.

Fabricante pediu para o consumidor aguardar uma resposta por e-mail.

Compartilhe este artigo

Deixe seu comentário

Para comentar na página você deve estar logado em seu perfil do Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral poderão ser denunciados, acarretando até mesmo na perda da conta. Leia os termos de uso e participe com responsabilidade.

Comercial

Redação

© COPYRIGHT 2023 – GOCOM GRUPO ONLINE DE COMUNICAÇÃO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.