DÓLAR HOJE:
Euro Hoje
12 de abril de 2024
Search
Close this search box.

‘A justiça será feita e nós seremos empossados no dia 1º de janeiro’, diz Luciano Barbosa

Compartilhe este artigo

Candidato eleito, Luciano Barbosa (sem partido), durante campanha em Arapiraca. (Foto: Daniel Tavares/Imprensa Online).

O candidato eleito para a prefeitura de Arapiraca nas eleições de 2020, Luciano Barbosa (sem partido), concedeu uma entrevista à TV Gazeta de Alagoas na manhã desta terça-feira (17) onde comentou sobre sua expressiva vitórias nas urnas e a questão judicial que envolve sua candidatura.

Barbosa destacou sua ampla vantagem no pleito disse estar confiante na justiça. “Nós ganhamos com mais de 38 mil votos na frente do segundo colocado em uma eleição que tinha seis candidatos disputando. Então a gente acha que isso vale muito porque é a decisão da esmagadora maioria da população. Foram mais de 54%”. O parecer do procurador regional eleitoral e federal foram favoráveis. O voto do juiz federal também foi favorável. Confio no judiciário alagoano, como confio no brasileiro”.

Luciano disse ainda que não há nenhum motivo para que sua vitória seja questionada. “Logicamente os interessados tem o direito de querer essa impugnação, mas eles não se têm motivos”, disse.

Com 100% das urnas apuradas, Luciano Barbosa conquistou 54,56% dos votos válidos, garantindo uma vitória esmagadora no voto popular. A segunda colocada, Fabiana Pessoa (Republicanos), ficou com 19,22% dos votos, 20.874 no total.

Sobre a expulsão do MDB, o candidato eleito disse que ela precisa ser revista. “Foi um processo de expulsão onde eu não causei dano nenhum a imagem do partido. Há coisas piores e eu não fiz nada para ser expulso. Então o partido tem que ver o que é melhor, em Arapiraca tivemos cinco vereadores eleito e um prefeito eleito da maior cidade do interior de Alagoas”, afirmou.

Candidatura sub judice

A candidatura de Luciano Barbosa está sub judice e aguarda um julgamento final por parte do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Essa ampla vitória nas urnas favorece bastante a coligação.

Na última quinta-feira (12), o pleno do TSE garantiu a permanência de Luciano nas urnas eletrônicas de Arapiraca após o TRE/AL ter deferido o pedido do diretório estadual do MDB para retirar os dados do candidato dos equipamentos.

Barbosa foi expulso da legenda após divergências internas entre a executa municipal e estadual do partido. Aliados de Luciano afirmam que o senador Renan Calheiros tem tentado interferir no processo eleitoral de Arapiraca por interesses pessoais e eleitorais em 2022.

Compartilhe este artigo

Deixe seu comentário

Para comentar na página você deve estar logado em seu perfil do Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral poderão ser denunciados, acarretando até mesmo na perda da conta. Leia os termos de uso e participe com responsabilidade.

Comercial

Redação

© COPYRIGHT 2023 – GOCOM GRUPO ONLINE DE COMUNICAÇÃO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.