DÓLAR HOJE:
Euro Hoje
13 de julho de 2024
Search
Close this search box.

Prefeitura de Traipu faz entrega de atividades para alunos sem acesso à internet

Compartilhe este artigo

Atividades foram entregues para alunos matriculados na EJA, creche e ensino fundamental da Escola Municipal Manoel Florêncio Filho, em Traipu (Foto: Divulgação/Prefeitura de Traipu)

As aulas em Traipu seguem em formato remoto e mais um grupo de alunos sem acesso à internet recebeu, na última quinta-feira (15), o material de estudo impresso para acompanhar o cronograma de aulas elaborado pela Secretaria Municipal de Ensino.

As atividades foram entregues aos estudantes da EJA (Educação de Jovens e Adultos) e aos pais de alunos matriculados na educação infantil e na creche da Escola Municipal Manoel Florêncio Filho, no povoado Olho D’água do Campo.

Todo o processo é acompanhado por professores, coordenadores e diretores escolares, que passam orientações para os pais e alunos sobre os exercícios.

“Esse é o momento de darmos as mãos e trabalharmos para o nosso alunado. A escola é a segunda casa dos alunos. Trabalhamos a escola e a família. É gratificante demais estar presente na vida deles e ajudar para que os alunos aprendam cada vez mais”, disse a diretora da unidade escolar, Maria do Ó Silva.

A professora Claudenir Mota contou que essa metodologia ajuda os profissionais em um diagnóstico de aprendizagem e saber mais dos estudantes.

“É uma experiência nova que estamos tendo. Procuramos orientar o pai do aluno da melhor forma possível, passamos para ele como ele vai desenvolver e como vai nos ajudar e ajudar o filho a responder as atividades para que o aluno venha ter uma melhor aprendizagem”, explicou a professora.

O formato de acompanhamento foi adotado pela Prefeitura de Traipu com o objetivo de dar continuidade na aprendizagem dos alunos que não têm acesso à internet e não conseguem acompanhar as aulas realizadas em formato remoto por causa da pandemia da Covid-19.

A Maria das Neves é mãe de dois filhos matriculados na escola, a Geisyane de 10 anos e o Gabryel de cinco. Eles moram no povoado Quixaba e, de acordo com Maria, não veem a hora de voltarem à escola.

“Eu acho esse acompanhamento melhor do que [eles] arriscarem a vida e pegarem a doença [Covid-19]. A gente, que é mãe e ainda sabe ler alguma coisa, ensina um pouquinho. E agora, com a ajuda da professora e com as atividades, já melhora. A professora me explicou bem. O bom é que todo mundo aprende junto”, afirmou Maria.

O material de ensino é entregue a cada 15 dias e os alunos do EJA ou os pais dos alunos da creche e do ensino fundamental podem ir à escola para tirar dúvidas sobre as atividades nas terças e quintas-feiras.

Material é destinado aos alunos da rede de ensino de Traipu que não têm acesso à internet  (Foto: Divulgação/Prefeitura de Traipu)

Compartilhe este artigo

Deixe seu comentário

Para comentar na página você deve estar logado em seu perfil do Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral poderão ser denunciados, acarretando até mesmo na perda da conta. Leia os termos de uso e participe com responsabilidade.

Comercial

Redação

© COPYRIGHT 2023 – GOCOM GRUPO ONLINE DE COMUNICAÇÃO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.