DÓLAR HOJE:
Euro Hoje
20 de fevereiro de 2024

Prefeitura de Maceió adia festas de carnaval para setembro

Compartilhe este artigo

Decisão de adiar carnaval de Maceió foi tomada para evitar contágio da Covid-19 (Foto: Itawi Albuquerque/Secom)

As prévias e o feriado de carnaval em Maceió de 2021 foram adiados para o mês de setembro. Segundo a prefeitura, a decisão foi tomada para evitar a propagação da Covid-19, causada pelo novo Coronavírus. O ponto facultativo ainda permanece no calendário municipal nos dias 15 e 16 de fevereiro.

A previsão do município é de que as festas sejam realizadas entre os dias 4 e 7 de setembro, aproveitando o feriado da Independência do Brasil. Até lá, a prefeitura acredita que a pandemia estará mais controlada e que o número de vacinados contra a Covid-19 seja maior.

“Esperamos que toda a imunização continue crescendo. Vamos avançar nas faixas de mais idade, reduzir a hospitalização e os óbitos e aumentar capacidade de atendimento. Escolhemos setembro porque imagina-se um cenário melhor, pelo que a ciência está avançando. Queremos garantir que a cultura do Carnaval não morra”, disse Claydson Moura, coordenador do Gabinete de Gestão Integrada para o Enfrentamento à Covid-19 (GGI).

Segundo a prefeitura, a mudança não vai alterar as apresentações de escolas de samba na orla de Pajuçara, os blocos de ruas e o tradicional desfile do Pinto da Madrugada, que deve ser realizado no dia 4 de setembro.

“O que temos que pensar é que são dois carnavais, um para descanso, a partir da decretação do ponto facultativo, o que vai estimular o setor turístico, e o segundo é o Carnaval em si, que pode ser realizado em setembro, com um período para ser bem planejado, obedecendo todos os protocolos de segurança contra a covid-19, mas também canalizando os recursos financeiros do Município para o que é importante agora, imunizar a população”, ressaltou a presidente da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), Mirian Monte.

Fiscalização

A prefeitura informou ainda que publicará um decreto com as regras que devem ser seguidas por restaurantes, bares, estabelecimentos e pela população durante esse período.

O coordenador do GGI, Claydson Moura, disse um telefone será disponibilizado para receber denúncias.

“Não vai ter Carnaval em nenhum molde, comemoração de rua, bloco, nada. No decreto, a Prefeitura vai dizer que blocos, prévias, aglomerações, trios, nada disso será permitido. Evidentemente que uma decisão como essa não é pautada na nossa opinião, mas em estudos científicos que apontam para a possibilidade real do crescimento de casos em março por conta das chuvas”, falou Claydson Moura.

A fiscalização será feita por equipes da Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs), Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) e do Comando de Policiamento da Capital (CPC) da Polícia Militar.

Os estabelecimentos que não cumprirem as regras poderão ter a licença de funcionamento suspensa por seis meses ou mais, além de serem denunciados ao Ministério Público (MP-AL) por crime contra a saúde pública.

Compartilhe este artigo

Deixe seu comentário

Para comentar na página você deve estar logado em seu perfil do Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral poderão ser denunciados, acarretando até mesmo na perda da conta. Leia os termos de uso e participe com responsabilidade.

Comercial

Redação

© COPYRIGHT 2023 – GOCOM GRUPO ONLINE DE COMUNICAÇÃO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.