DÓLAR HOJE:
Euro Hoje
20 de fevereiro de 2024

Nova variante do Coronavírus que surgiu no Amazonas é encontrada em pacientes de Alagoas

Compartilhe este artigo

Presença da nova variante foi confirmada através de amostras coletadas pelo teste RT-PCR (Foto: Clara Cleto/Sesau-AL)

A presença da nova variante do Coronavírus foi registrada em duas pacientes do interior de Alagoas, uma com 36 e outra com 64 anos. Essa variante é a mesma que surgiu no estado de Amazonas.

A confirmação da circulação da variante brasileira no estado, chamada de P1, foi feita através de análises de amostras enviadas ao laboratório da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). O resultado das amostras foi enviado pelo laboratório na última terça-feira (16) e foram divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau-AL) por meio de nota nesta quinta (18).

Em uma coletiva de imprensa, o secretário da Sesau Alexandre Ayres informou que uma das pacientes já está curada da Covid-19 e a outra está isolamento em um hospital da rede privada. Ele disse ainda que as pessoas que tiveram contatos com as pacientes estão sendo monitoradas pela Sesau.

De acordo com a nota, a paciente de 36 anos é do município de Viçosa e viajou para Manaus no dia 22 de janeiro. Ela ficou na cidade por quatro dias e relatou que teve contato com familiares que apresentaram um quadro gripal, mas que não haviam tido a confirmação para a presença da Covid-19.

A paciente retornou ao estado de Alagoas no dia 26 de janeiro após apresentar dispneia e tosse. Três dias depois, a coordenação de vigilância epidemiológica de Viçosa coletou amostras, por meio do teste RT-PCR, para investigar a presença da do vírus.

Ela foi diagnosticada com Covid e foi orientada a ficar em isolamento domiciliar. A Sesau informou que a investigação evidenciou se tratar de caso alóctone, que é importado.

Já a outra paciente, a de 64 anos, é do município de Anadia e não tem histórico de viagem ou de contato com alguém do amazonense ou qualquer outro estado.

Conforme os dados divulgados na nota, os sintomas dela começaram a aparecer no dia 19 de janeiro. Ela falou que apresentou tosse, coriza, mialgia e moleza.

No dia 25 de janeiro, a paciente fez o exame por meio de coleta pelo teste RT-PCR e a presença da Covid-19 foi confirmada. A investigação resultou em caso de autóctone, ou seja, que não é importado.

Segundo a Sesau, as amostras da paciente de 64 anos foram enviadas de acordo com o protocolo de amostras positivas aleatórias, que tem como objetivo a verificação de novas variantes no estado.

Já as amostras da paciente que viajou para o estado de Amazonas foram enviadas atendendo ao critério de pessoas que fizeram viagens nos locais onde a nova variante do Coronavírus circula.

Compartilhe este artigo

Deixe seu comentário

Para comentar na página você deve estar logado em seu perfil do Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral poderão ser denunciados, acarretando até mesmo na perda da conta. Leia os termos de uso e participe com responsabilidade.

Comercial

Redação

© COPYRIGHT 2023 – GOCOM GRUPO ONLINE DE COMUNICAÇÃO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.