DÓLAR HOJE:
Euro Hoje
12 de abril de 2024
Search
Close this search box.

Médico do HGE é indiciado por homicídio após atestar morte de paciente viva

Compartilhe este artigo

Caso de negligência foi registrado no Hospital Geral do Estado (HGE). (Foto: Carla Cleto/Agência Alagoas).

Um médico do Hospital Geral do Estado (HGE), de 42 anos, foi indiciado pela Polícia Civil de Alagoas por homicídio culposo após atestar a morte de uma paciente que ainda estava viva. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (30).

A paciente, identificada Audeci da Silva Ferreira, de 65 anos, estava internada no HGE após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). A denúncia foi feita pela irmã dela. O nome do médico não foi revelado.

De acordo com a investigação da Polícia Civil, Audeci deu entrada no hospital no dia 4 de julho. O médico atestou a morte dela por volta das 17h, mas ao ser transportada para o necrotério do HGE, os funcionários perceberam que ela ainda estava viva e a levaram de volta para o hospital. A vítima veio a falecer às 21h10 do mesmo dia.

A irmã da paciente contou que presenciou uma funcionária do hospital sair assustada do necrotério dizendo que o corpo de uma mulher estava se debatendo. Logo na sequência, a parente da paciente foi retirada do local.

Após insistir por esclarecimentos, ela foi recebida por um médico que disse ter se enganado ao atestar o óbito da paciente, pediu desculpas pelo erro e disse que a irmã dela ainda estava internada, viva. Ela foi levada para um quarto onde viu a irmã em coma, respirando com ajuda de aparelhos.

Depois de ouvir testemunhas e funcionários, o delegado Robervaldo Davino, do 6º Distrito da Capital, concluiu que houve negligência por parte do médico. O inquérito já foi enviado à Justiça.

Compartilhe este artigo

Deixe seu comentário

Para comentar na página você deve estar logado em seu perfil do Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral poderão ser denunciados, acarretando até mesmo na perda da conta. Leia os termos de uso e participe com responsabilidade.

Comercial

Redação

© COPYRIGHT 2023 – GOCOM GRUPO ONLINE DE COMUNICAÇÃO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.