DÓLAR HOJE:
Euro Hoje
6 de dezembro de 2022

Homem é morto por atirador de elite e criança é liberada após 15 horas de cárcere em BH

Compartilhe este artigo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

O homem que fazia uma criança e um jovens reféns foi morto durante a manhã desta quinta-feira (22) dentro de uma casa no bairro Parque São Pedro, na região Norte de BH. As negociações não evoluíram e ele foi executado por um sniper, que é um atirador especializado.  Leandro Melo, de 39 anos, sequestrou o enteado, de sete ano, e um jovem, de 23, durante a noite de quarta-feira (21).

As negociações duraramm mais de 15 horas. A criança foi liberada depois de mais de 14 horas em cárcere e em ameaça de morte iminente. “A criança está bem, calma, já teve contato com o pai. Está bem, está tranquila, mas como eu falei, é muito pequeno, não tem noção da gravidade. Não tenho como, de qual cômodo estavam, mas o maior também está bem. O emocional, o psicológico precisa ser trabalho, mas a parte física está tranquila”, disse a porta-voz da PM de Minas Gerais, major Layla Brunella.

‘Ação legítima’, avalia especialista 

O especialista em segurança pública Vinícius Domingues Cavalcante avalia que a execução é uma “ação legítima” nos casos em que o sequestrador ameça a integridade física dos reféns. Segundo a Polícia Militar, as negociações estavam difíceis e o homem havia dito que só deixaria o local morto.

“A execução é opção no caso do comandante da operação detectar que existe um ânimo real de ferir os reféns ou do individuo não se entregar de verdade. Se perceberam o risco e que havia possibilidade de comprometimento da integridade dos reféns é correto”, afirmou.

Entenda o caso:

Eles foram rendidos na noite dessa quarta-feira (21) por um homem que não aceitava o fim do relacionamento com a mãe da criança. A mulher conseguiu escapar. Equipes da Polícia Militar e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) atuam nas negociações.

Segundo a Polícia Militar, o homem se mantém resistente em liberar a criança e o jovem. Ele exige a presença da ex-companheira, que é mãe do menino, para soltar as vítimas. Ela acompanha as negociações. Durante a madrugada, a mulher chegou a passar mal.

O homem que mantém a criança e o jovem como reféns foi identificado como Leandro Mendes, de 39 anos. Ele já aguardava a chegada da ex-companheira, de 25 anos, no lote da casa onde ela mora com o filho. Leandro chegou ao local às 14h desta quarta-feira. Ela estava acompanhada do filho, do amigo e da namorada do rapaz quando foi surpreendida pelo ex. O grupo tinha combinado um jantar e a namorada deste rapaz iria ajudar a cuidar da criança.

No entanto, quando chegaram na casa, eles foram surpreendidos com a presença de Leandro, que estava com uma arma em mãos. Um vizinho, ao perceber a situação, tentou intervir, entrando na frente do suspeito. Neste momento, as mulheres conseguiram fugir, mas a criança e o jovem acabaram sequestrados por ele. A mãe do menino acionou a Polícia Militar.

“Só quero abraçar meu filho”, diz pai do menino – As negociações entre as equipes da Polícia Militar e do Bope são acompanhadas pelo pai da criança, o motorista Sidney Augusto Xavier, de 38 anos. “Quando fiquei sabendo, estava no Anel Rodoviário dirigindo a Fiorino. Acho que peguei umas duas multas, é angústia demais. Só quero abraçar meu filho”, disse para a reportagem do O Tempo.

.Segundo o pai, as notícias sobre o estado de saúde do menino chegam por meio do WhatsApp. “Eles me mandaram uma foto e disseram que ele tomou um iogurte”, conta. Desolado, ele afirma que o que está ocorrendo não tem perdão e que nunca confiou no ex da mãe de seu filho. “Depois disso, não tem nem como mais”, afirma.

Xavier contou ainda que, há uma semana, seu filho teve que ser internado. “Ele (o suposto sequestrador) afirmou que meu filho havia tomado remédios e que ele só viu duas horas depois o menino desmaiado. Ele (Arthur) ficou duas horas caído”.

A convivência dos dois é tranquila. O homem passa os fins de semana com o filho, segundo ele. Sobre o rapaz de 23 anos, ele se limitou a dizer que o jovem é amigo da mãe de seu filho.

Fonte: O Tempo
Foto: Reprodução

Compartilhe este artigo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Deixe seu comentário

Para comentar na página você deve estar logado em seu perfil do Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral poderão ser denunciados, acarretando até mesmo na perda da conta. Leia os termos de uso e participe com responsabilidade.

Comercial

Redação

© 2020-2021 Imprensa Online – Todos os direitos reservados

Desenvolvido Por