DÓLAR HOJE:
Euro Hoje
25 de maio de 2024
Search
Close this search box.

Candidato a vice-prefeito de Campo Grande/AL é preso durante operação policial

Compartilhe este artigo

O candidato a vice-prefeito de Campo Grande, José Rosendo dos Santos (Republicanos), mais conhecido como Pimenta, foi alvo de uma operação na manhã desta segunda-feira (23). A polícia cumpriu mandados de prisão temporária contra ele e contra outras duas pessoas ligadas à coligação apoiada pelo ex-prefeito Arnaldo Higino.

Além dos mandados de prisão temporária expedidos pela Justiça, a polícia também cumpriu mandados de busca e apreensão em endereços no povoado Maraba, zona rural de Campo Grande. Nos locais foram apreendidos um revólver calibre 38 com munições, mídias eletrônicas, comprovantes de depósitos bancários e uma quantidade de dinheiro em espécie não divulgada.

Pimenta é alvo de investigação do Ministério Público Eleitoral por compra de voto. Na semana passada, o promotor da 20ª Zona, Lucas Mascarenhas, confirmou que seria instaurado um procedimento investigatório para apurar denúncia feita por um agricultor, que registrou boletim de ocorrência afirmando que teve sua motocicleta tomada por pessoas ligadas ao candidato a vice-prefeito. As investigações seguem em sigilo.

Na denúncia, o agricultor afirma ter recebido R$ 5 mil em troca dos votos dele e da família, mas depois Pimenta teria visto uma foto do agricultor com seu adversário nas eleições, Cícero Pinheiro, e teria exigido a devolução do dinheiro. Como o trabalhador rural não tinha mais a quantia, foi obrigado a entregar a moto e o documento.

O agricultor registrou boletim de ocorrência na Central de Polícia de Arapiraca no dia 16 de agosto.

No dia seguinte, a esposa dele também foi à delegacia, para denunciar que o marido estava desaparecido. Em um vídeo compartilhado nas redes sociais, ela fala que a moto e o documento do agricultor estava em casa e que não conseguia manter contato com ele desde o registro do BO. Pouco tempo depois, o agricultor reapareceu, desmentindo a esposa.

A eleição suplementar de Campo Grande está marcada para o dia 12 de setembro. Estão na disputa Teo Higino (Republicanos), que tem como vice Pimenta e é apoiado pelo ex-prefeito Arnado Higino; Cícero Pinheiro (MDB), da coligação “Pra cuidar de Campo Grande”, e Inês (PSD).

A reportagem tentou falar com o advogado do Republicanos, Eduardo Hélio, que está atuando na defesa de Pimenta, mas ele não atendeu as ligações. Quando tiver um retorno, a matéria será atualizada.

Fonte: 7 Segundos
Foto: TSE

Compartilhe este artigo

Deixe seu comentário

Para comentar na página você deve estar logado em seu perfil do Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral poderão ser denunciados, acarretando até mesmo na perda da conta. Leia os termos de uso e participe com responsabilidade.

Comercial

Redação

© COPYRIGHT 2023 – GOCOM GRUPO ONLINE DE COMUNICAÇÃO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.