DÓLAR HOJE:
Euro Hoje
28 de fevereiro de 2024

Após surto, sargento do 5º Batalhão da Polícia Militar é baleado e morre no hospital

Compartilhe este artigo

O 3º sargento identificado como Alessandro Oleszko, pertencente ao 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Alagoas morreu após levar um tiro para ser controlado durante um surto psicótico, em Rio Largo, na noite dessa segunda-feira (11).

De acordo com informações da Rocam Comando, o sargento estava apresentando um elevado grau de agressividade e um comportamento atípico. O 5º e o 8º BPM participaram da ação na tentativa de contê-lo. Alessandro chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu.

Conforme o relato dos militares, no começo aconteceu uma tentativa de conversa com Oleszko, para tentar uma forma acalmá-lo, até que chegasse o apoio de outras Guarnições. “Várias vezes o sargento tentou agredir a guarnição com armas brancas, e depredando a viatura da Rocam Comando (30-0672) do 5° BPM. A partir desse momento, começamos a contar com o apoio da Força Tarefa 35 do 8° BPM. Ao avistar a viatura da FT 35, o Sgt Oleszko se dirigiu a guarnição FT 35 onde proferiu diversas ameaças”. atípico”, informou a Rocam.

Ainda segundo a polícia, os militares tentaram conversar com Oleszko, tentando de toda forma acalmá-lo, até que chegasse o apoio de outras Guarnições. “Várias vezes, o sargento tentou agredir a guarnição com armas brancas, e depredando a viatura da Rocam Comando (30-0672), pertencente ao 5° BPM. A partir desse momento começamos a contar com o apoio da Força Tarefa 35 do 8° BPM. Ao avistar a viatura da FT 35, o Sgt Oleszko se dirigiu a guarnição FT 35 onde proferiu diversas ameaças”.

O relato dos militares continua informando que Oleszko se dirigiu ao seu veículo e pegou uma arma de fogo e mostrou a guarnição. Em seguida, partiu para cima dos militares com duas facas em punho, quando foi realizado os procedimentos de uso diferenciado da força, com início a uma conversa. O mesmo largou as facas e pediu para que os militares atirassem nele, descumprindo a ordem e partindo novamente ao encontro da guarnição.

Em um primeiro momento, ainda conforme o relato dos militares, foi feito o uso da arma elétrica de baixa letalidade (TASER), porém, Oleszko entrou em luta corporal com o motorista da Rocam, após se desvencilhar-se dos militares, o sargento correu e pegou novamente as facas no chão. Em um outro momento foi ordenado que o mesmo largasse as facas novamente, mas a ordem não foi acatada.

“O sargento insistiu na agressão, partiu novamente para cima dos militares, onde foi necessário efetuar dois disparos no chão de advertência. Em um terceiro momento em que o mesmo desobedeceu aos comandos gradativos doutrinários do uso diferenciado da força, para resguardar a integridade física dos militares, foi necessário efetuar um disparo na perna do mesmo para tentar contê-lo e encaminhá-lo para o hospital”, informou o boletim da PM.

Ferido, o militar foi levado para a UPA do Tabuleiro dos Martins, onde foi atendido e após estabilizado o sangramento foi encaminhado para o Hospital Geral do Estado (HGE) por uma ambulância.

O disparo atingiu a perna esquerda da vítima e foi necessário o uso da algema para contê-lo, mesmo baleado, e também foram avançados diversos semáforos durante o deslocamento da viatura.

Os militares recolheram um facão, uma faca de cozinha, uma faca de mesa, uma enxada, uma pistola, carregadores e 16 munições de .40. O material apreendido foi levado para a Central de Flagrantes I, no bairro do Farol.

A esposa de Alessandro, que também é militar, usou às redes sociais para comunicar o falecimento. “É com muito pesar e dor no coração que informo o falecimento do Oleszko. Fica em paz meu amor. Vc vai fazer tanta falta” (sic).

O Instituto Médico Legal (IML) informou que o corpo do militar deu entrada às 6h40 desta terça-feira (12). A necropsia deve ser concluída ainda hoje, e em seguida o corpo vai ser liberado para o sepultamento.

Fonte: Gazeta Web
Clariza Santos
Foto: Acervo Pessoal

Compartilhe este artigo

Deixe seu comentário

Para comentar na página você deve estar logado em seu perfil do Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral poderão ser denunciados, acarretando até mesmo na perda da conta. Leia os termos de uso e participe com responsabilidade.

Comercial

Redação

© COPYRIGHT 2023 – GOCOM GRUPO ONLINE DE COMUNICAÇÃO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.